SENADO COMEÇAR A DISCUTIR LEI DO PREÇO FIXO

Senado começar a discutir Lei do Preço Fixo

PublishNews – 27/02/2015 – Leonardo Neto

Fátima Bezerra (PT-SP) quer envolver todos da cadeia produtiva nas discussões sobre o assunto

 

A senadora Fátima Bezerra (PT/RN) apresentou, na última quarta-feira (25), o Projeto de Lei 49/2015 que propõe uma regulação de preços de livros no Brasil, criando uma política nacional de fixação do preço do livro, estabelecendo regras para a comercialização e difusão do livro. Pela proposta, o preço definido pela editora deverá ser praticado por todos os varejistas pelo prazo de um ano a partir do seu lançamento ou importação e será proibido a venda por preços inferiores ao estabelecido. A senadora disse ao PublishNews na manhã desta sexta-feira (27) que está empenhada em aprovar a lei e que pretende envolver todos os segmentos da cadeia produtiva do livro em um grande debate. “Pretendo realizar um seminário no Senado e trazer representantes de países onde a lei está em curso para contribuir com o debate”, adiantou a senadora. “O que me move ao tomar essa iniciativa é o desejo de contribuir com o acesso do livro e da leitura no país. O acesso à leitura no país hoje é muito frágil. Qualquer iniciativa que venha na direção de contribuir com o acesso à leitura é uma iniciativa bem-vinda”, defendeu.  O objetivo da lei, segundo está na íntegra do projeto, que pode ser acessada aqui, é garantir que a oferta de livros seja acessível ao grande público, além de proteger a pluralidade de pontos de vendas e garantir a igualdade de condições aos empreendedores livreiros. A iniciativa da senadora está em consonância com a bandeira defendida pela Associação Nacional das Livrarias (ANL). Edinilson Xavier, presidente da ANL até o próximo dia 17, quando será eleito o novo dirigente, defende que o projeto não é uma lei de tabelamento de preços. “O que a gente quer é que as livrarias não sejam excluídas do processo de formação de leitores. A lei não é para tabelar preços. Vem para disciplinar a lógica de um mercado. Queremos estabelecer regras e o principal argumento da regulamentação do mercado é fazer com que, em qualquer lugar do Brasil, tenha uma livraria. Queremos estimular os empreendedores a perceber que a livraria pode ser um bom negócio”, disse ao PublishNews. Xavier diz que o trabalho agora será na conscientização da sociedade sobre os benefícios que a lei pode trazer para o Brasil.

 

COMO VOCÊ REAGIRIA SE UM MENINO DE RUA TE PEDISSE UM LIVRO?

menino

O programa Fantástico, da Rede Globo, estreou a nova temporada do quadro Vai fazer o quê, com um evento cotidiano um tanto incomum: um garoto de rua, parado em frente a uma livraria, pedindo um livro para os que passavam por ali.

Um jovem ator interpretou o garoto, e no vídeo vemos que não foi uma tarefa fácil convencer os transeuntes, já imersos em seus próprios mundos, a dar um livro para o menino. Você pode conferir o vídeo no youtube, clicando aqui.

Extremamente comovente, não? O que você faria se algo parecido acontecesse com você? Conte para nós!

Fonte: Beco Literário

PINTURAS ESCONDIDAS EM LIVROS DO SÉCULO XIX

Há alguns dias, uma pesquisadora da Universidade de Iowa descobriu algo incrível escondido em alguns livros do século XIX: pinturas feitas nas margens, que só podem ser vistas quando as páginas são abertas em certo ângulo.

As pinturas estavam “escondidas” no corte dos livros do naturalista escocês Robert Mudie, dedicados às quatro estações, publicados em 1837.

Esse tipo de pintura, conhecido por “fore-edge”, permite esconder uma ilustração, normalmente uma paisagem, na borda de um livro instigando o leitor a manusear o exemplar para poder visualizar a obra.

Apesar de não serem extremamente raras, essas pinturas sempre impressionam pela beleza e genialidade.

Fonte: http://uispeccoll.tumblr.com/post/59499211752/its-a-secret-to-everybody-this-is-one-example

Da Ideia ao Livro

duvida

DA IDEIA AO LIVRO

Precisando de uma ajuda para estruturar seu primeiro livro? O curso DA IDEIA AO LIVRO poderá ser a “solução dos seus problemas”. Promovido pelo Publishnews, as aulas mostrarão o caminho das pedras, através de dicas praticas sobre narrativa, construção dos personagens, o processo de edição, como chegar a uma editora, entre outros. O objetivo não é apresentar um único caminho, mas apresentar ferramentas que facilitem a primeira publicação, evitando erros comuns e aumentando a possibilidade de sucesso.

As palestras ficarão a cargo de RAPHAEL MONTES, que apesar da pouca idade já tem experiência digna dos maiores talentos literários. Publicados pela Companhia das Letras, seus livros são bem recebidos pela critica e pelos leitores e já receberam diversas menções honrosas em concursos importantes como o Premio Machado de Assis de Literatura, São Paulo e Benvirá.

Local e data

6, 7 e 8 de outubro

19h às 21h30

Livraria Martins Fontes – Av Paulista, 509 – SP

 

Valor

até 23/09 – 289,00

após 23/09 – 349,00

duas parcelas de R$174,50 (1 no ato da inscrição/ 2 parcela para dia 10/10)

(Curso sujeito a formação de turma)

 

Inscrições e informações

curso@publishnews.com.br

DUVIDAS SOBRE COMO CRIAR UM PROJETO LITERÁRIO? SOS LITERÁRIO

Acontecerá neste próximo final de semana (dias 23 e 24.08) um encontro muito bacana entre profissionais da industria do livro e autores que ainda não conseguiram , editores e

duvida

promotores culturais terão a rara oportunidade de se encontrarem com profissionais da industria do livro, que tirarão duvidas sobre publicações, direitos autorais, edição de livros, produção gráfica, e-books e muitos outros assuntos

O plantão literário contará com a presença dos escritores Roberto Taddei e Andréa Catrópa, além do webdesigner Ricardo Botelho, o jornalista Haroldo Ceravolo, o artista gráfico Leonardo Mathias e o advogado João Ibaixe Jr.

O S.O.S Literatura acontece das 14h às 18h, na Casa das Rosas (Av. Paulista nº 37, perto da estação Brigadeiro do metro).

BADO TODÃO: NOVO AUTOR DA BARAÚNA

Bem vindo, BADO TODÃO, ator, poeta, cronista, dramaturgo … e agora novo autor da Editora Baraúna !!!

MAR ÉS é o seu livro de estréia conosco:

mar es

“Dei-me de compor um poema que fosse mar
No sentido de perto, não às distancias inóspitas de oceanos.

Dei-me à vontade ligeira de vestir-me em mar
Já que ser, é um delírio espesso na forma de sonho.

E ao confundir-me em águas por atração de olhares
Prescindo de ousadia e da loucura em falar poesia
Quanto ondas, quanto melodias.

E a assombrosa grandeza reta da natureza de sais e líquidos,
quando em suas rasas finitudes
Permite-se pequena no domínio de infâncias.

E por assim sendo sem que possa me inventar criança
Fecho os olhos e resignado deixo-me lavar os pés.”

Editora Baraúna lança “Os marginais”

capa_site - Cópia

Um garoto negro, pobre, é encontrado morto perto de uma favela. O corpo apresentava indícios de que ele teria sido assassinato. A população da região não ligou muito para o fato, uma vez que tudo indicava que aquele crime envolvia o tráfico de drogas, atividade tão comum naquela região e em cidades grandes.
Mas algo em relação aquele crime chama a atenção de dois detetives: o garoto assassinado abominava o tráfico e os traficantes, adorava ler e estudar e acalentava o sonho de, um dia, ingressar em uma Universidade.

Então, qual seria o motivo desse crime? A investigação tomará rumos surpreendentes e desconcertantes, e caberá aos detetives descobrirem quem e por quê? Será que eles desvendarão esse mistério? Descubra em “Os marginais!”.

______

O autor

Antônio Walter Nascimento é formado em Ciências Biológicas e Geológicas, Psicologia e Pedagogia. Depois de muitos anos como professor universitário na UFMG e na PUC-MG, especializado em Psicologia da Aprendizagem, Neurofisiologia e Psicofisiologia, com atuações como coordenador de cursos e diretor de faculdades, dedicou-se, também por vários anos, ao desenvolvimento pessoal e profissional de executivos e funcionários da Construtora Andrade Gutierrez.

______

Ficha técnica

Os marginais
Autor: Antonio Walter de Andrade Nascimento
ISBN: 978-85-7923-990-8
Formato: 14 x 21 cm
Número de páginas: 138

A Casa das Rosas abre processo de seleção para bolsa de pesquisa

logo_casadasrosasA Casa das Rosas lança edital para o Programa de Incentivo à Pesquisa e à Tradução das obras de Haroldo de Campos. Os interessados devem realizar a inscrição até o dia 14 de março.

Serão concedidas duas bolsas anuais que viabilizarão a permanência dos bolsistas em São Paulo, para consulta ao acervo. Essa iniciativa tem o objetivo de contribuir para o aprofundamento dos estudos sobre o poeta paulistano e para a propagação de sua obra.

O bolsista receberá R$ 4mil para uma estada de 30 dias em São Paulo. Caso ele  não resida na região metropolitana, receberá hospedagem e passagens de ida e volta. O programa também contemplará candidatos estrangeiros.

Os interessados devem acessar o edital em: http://www.poiesis.org.br/new/editais/

Editora Baraúna publica obra de professo PH

capa_educacao_siteTodo professor e educador sabem da importância e da dificuldade que a tarefa de ensinar traz. A primeira pode ser percebida no simples exercício cotidiano da profissão. Basta, quando frente à sala de aula, perceber rostos e olhares dos alunos. A missão não é pequena nem fácil, pois ali está o destino e o futuro de muitas pessoas, em suas dignidades e capacidade de escolha e luta pela vida. E as consequências não são apenas pessoais ou individuais, uma vez que aquilo que se delineia nas escolas determina a construção de uma sociedade com igualdade, fraternidade e solidariedade, princípios fundamentais ao mínimo da existência de qualquer país.

Neste mesmo sentido, as dificuldades também não são poucas. No dia a dia do professor e do educador de modo geral estão presentes a luta contra interesses os mais diversos. Tudo conspira contra. O trabalho do professor vai, enfim, muito além da simples transferência de conteúdos.

Esta obra pretende trazer a todos os que militam na educação um instrumento que lhes possibilita exercer seu ofício com segurança e dignidade, pois busca oferecer um norte do que seja a Política Educacional normatizada em nosso ordenamento jurídico, para que, assim, educadores e professores possam trabalhar para a construção de um Brasil que se efetive como Estado Democrático de Direito.

Compre o seu clicando aqui

=========================================
O autor

Paulo Henrique Camargo Rinaldi, o PH, ou melhor, o Professor PH, desenvolveu durante alguns anos palestras destinadas a estudantes e educadores. Nelas, gosta, antes de tudo, de se apresentar. Suas palavras invariavelmente são: “O que sou? O que faço? Sou professor. Escolhi ser professor e tenho disto muito orgulho. Chamo poucas e raras pessoas de professor. No Brasil há muitos “doutores”, mas professores são poucos e especiais. Quando intitulo alguém de “professor” é porque tenho por esta pessoa um carinho e admiração, como já disse, especiais. Por isso, me sinto realizado quando sou identificado como professor”.

=========================================
Ficha técnica

Educação, constituição e legislação
Autor: Paulo henrique Camargo Rinaldi
ISBN: 978-85-7923-835-2
Formato: 14 x 21 cm
Número de páginas: 97